quinta-feira, 1 de junho de 2017

Glórias sintrenses do Sporting: José Manuel Martins


José Manuel Martins, avançado do Sporting, nasceu em Sintra em 2 de Setembro de 1906, tendo jogado no então Campeonato de Lisboa nas épocas de 1924/25  até 1927/28. Estreou-se na equipa principal do Sporting Clube de Portugal no dia 2 de Novembro de 1924, quando tinha apenas 18 anos, curiosamente no dia em que o clube sofreu a sua única derrota no Campeonato Lisboa da época de 1924/25, ao perder por 2-3 com o Belenenses.Nesse jogo José Manuel marcou o segundo golo do Sporting, naquela que também foi a sua única presença nos jogos da 1ª categoria disputados pelos Leões nessa temporada, mas o suficiente para integrar o lote dos jogadores que contribuíram para que o Sporting conquistasse o título de Campeão de Lisboa dessa época.
No temporada seguinte Martins ganhou um lugar na linha avançada da equipa principal do Sporting jogando como ponta esquerda, e tornou-se no seu grande goleador nas três épocas que se seguiram, voltando a ser Campeão de Lisboa na temporada de 1927/28, e chegando à Selecção Nacional, onde se estreou no dia 26 de Dezembro de 1926, marcando um dos golos de Portugal, num jogo com a Hungria disputado no Porto, que terminou com um empate a três bolas.
Poucos meses depois José Manuel Martins marcaria dois dos quatro golos sem resposta, com que Portugal derrotou a França, num jogo disputado em Lisboa, naquela que foi a segunda das suas 11 internacionalizações, em que totalizou 4 golos, tendo participado nos Jogos Olímpicos de Amesterdão em 1928, após os quais abandonou precocemente a modalidade, para se dedicar aos seus negócios, numa altura em que casou com a filha de um homem rico, que não via com bons olhos o seu envolvimento no futebol. Tinha na altura feito já mais de 50 jogos pela equipa principal do Sporting, nos quais marcou 34 golos. Perdeu-se assim um grande jogador, que aos 21 anos pendurou as botas, quando já tinha uma folha de serviços notável, quer no Sporting, quer na Selecção, e que seguramente teria deixado marcas ainda mais profundas no futebol nacional se tivesse continuado a jogar e a fazer aquilo que melhor sabia fazer, ou seja marcar golos.
Desportista ecléctico, José Manuel Martins praticou várias modalidades, nomeadamente Hóquei em Patins, Hóquei em Campo e Patinagem onde chegou a ser Campeão na variante de saltos com patins, distinguindo-se também nas equipas das primeiras categorias de Andebol, Voleibol e Râguebi.
Apesar de ter deixado de jogar, a sua paixão pelo Sporting não esfriou e posteriormente foi dirigente do clube, integrando o Conselho Fiscal em nove ocasiões, entre 1935 e 1953, na maior parte das vezes como membro suplente, para além de na Gerência 1946, ter sido vogal da Direcção presidida por Ribeiro Ferreira.Fez parte do primeiro Conselho Geral, e em 1985 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Saudade.




Sem comentários:

Enviar um comentário

POSTS MAIS LIDOS