segunda-feira, 31 de julho de 2017

Os 20 anos do Núcleo da ilha Terceira


O Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira foi fundado no dia 1 de Agosto de 1987, sendo o núcleo nº 13 do Sporting Clube de Portugal, tendo sede em Angra do Heroísmo, e desenvolve intensas actividades desportivas, sobretudo Atletismo, Natação e Hóquei em Patins.A Secção de Natação tem um historial rico, participando em torneios regionais e mesmo de âmbito nacional, e incluindo diversos escalões tanto masculinos como femininos. Por exemplo, nos torneios "Nadador Completo", que decorreram em Maio de 2010, em Angra do Heroísmo e Ponta Delgada, os vencedores absolutos em Angra do Heroísmo foram Ana Noronha e João Pedro Matos do Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira. Em 2009 as equipas masculina e feminina participaram nos “Campeonatos Nacionais de Clubes da 4ª Divisão” que a Federação Portuguesa de Natação realizou em conjunto com a Associação de Natação do Interior Centro, nas Piscinas Municipais de Ponte de Sôr. No Atletismo o Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira participa em diversas especialidades. Em Outubro de 2008 José Couto, então com 49 anos, foi o vencedor da 1ª Meia Maratona da Azorina. João Magalhães, seu colega de equipa, foi o segundo classificado.
Em 2008, a Secção de Hóquei do Sport Clube Lusitânia, 14ª Delegação do Sporting Clube de Portugal foi extinta após uma grave crise financeira, apesar de a equipa masculina sénior ter sido campeã açoriana. O Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira acolheu e deu continuidade a esse projecto, e em 2009 conseguiu o feito de ganhar o Campeonato Regional de Hóquei em Patins em seniores, garantindo assim a subida à 3ª Divisão Nacional. O NSIT tem ainda escalões de escolares, infantis, iniciados, juvenis, juniores. O lema da Secção é “NÚCLEO!!!!! Acreditar até ao fim!!!”

Repercussões do nosso aniversário


Com mais de 200 participantes, festa e muita animação decorreu nos jardins da Portela de Sintra no dia 30 de Julho a festa do 1º Aniversário do Núcleo de Sintra do Sporting Clube de Portugal. Antecedendo o mesmo, realizou-se uma partida amigável entre veteranos do Sporting e uma equipa do Núcleo, e num tom de serviço público e intervenção social recolheram-se bens a favor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra. Notícia no site do Sporting em

Reportagem na Sporting TV

Notícias e fotos no site do Núcleo. Se esteve lá, envie-nos as suas fotos e comentários

O nosso aniversário na Sporting TV


domingo, 30 de julho de 2017

Festa do 1º aniversário do Núcleo de Sintra do SCP

Com mais de 200 participantes, festa e muita animação decorreu nos jardins da Portela de Sintra a festa do 1º Aniversário do Núcleo de Sintra do Sporting Clube de Portugal. Antecedendo o mesmo, realizou-se uma partida amigável entre veteranos do Sporting e uma equipa do Núcleo, e num tom de serviço público e intervenção social recolheram-se bens a favor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra.
Algumas fotos:

Equipa do Núcleo de Sintra
Equipa dos Veteranos do Sporting
Foto de família, com os dirigentes do Núcleo

Imagens da festa:


Algumas das tendas de merchandising do Sporting
Presidente da AG do Núcleo, Fernando Morais Gomes, VicePresidente da CMS, Rui Pereira, Subtil de Sousa, do Núcleo de Almoçageme e Fernando Pereira, Presidente da Assembleia de Freguesia
Presidente Rui Feixeira com as campeãs nacionais de futebol feminino do SCP, Ana Capeta e Solange Carvalhas


Anterior e actual presidente da Direcção, João Aguiar e Rui Feixeira
Patrícia Marques, Bárbara Ferreira e João Ribeiro
Bruno Mascarenhas, da direcção do SCP com os presidentes da Direcção e da AG do Núcleo


Eduardo Casinhas, Rui Feixeira,Bruno de Mascarenhas, Fernando Morais Gomes, Rui Pereira,Pedro Ventura, Fernando Pereira e Valter Januário
Oferta de lembrança ao Núcleo pelos veteranos do Sporting
O inconfundível Jubas apareceu de surpresa



Tiago Faria e amigos, entre os quais a nossa fotógrafa Levinda


Rui Pereira e Fernando Morais Gomes
João Batista

Tiago Marques, João Antunes, Tiago Faria, Bernardo Silva e João Batista, entre outros




João Antunes, Tiago Marques, Tiago Faria, Bernardo Silva, João Batista, Pedro Ferreira e Manuel Bello Moraes, entre outros






Grande momento de festa, partilha e devoção sportinguista. O primeiro de muitos aniversários.

sábado, 29 de julho de 2017

Hoje é o grande dia

É hoje o dia da festa do 1º aniversário do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Sintra. Pelas 11h30m, jogo entre veteranos do Sporting e uma equipa do Núcleo no campo do Sport União Sintrense, com entrada livre.
A partir das 13h, almoço no jardim da Portela de Sintra. Sócios do Núcleo 7,5 euros não sócios 10 euros, tudo incluído até ao bolo de aniversário.
Traga um bem não perecível e entregue à entrada aos elementos da Santa Casa da Misericórdia de Sintra ali presentes e ajude a fazer deste momento de festa também um momento solidário.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Jantar do 1º aniversário





Foi a 27 de Julho de 2016 que foi juridicamente constituído o Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Sintra, e no dia em que passou um ano, um grupo de antigos e actuais dirigentes reuniu-se num jantar no Núcleo, antecedendo a grande festa de domingo, dia 30, onde se espera uma significativa presença de sportinguistas e de figuras conhecidas da vida do nosso clube. Usaram da palavra o presidente da Direcção, Rui Feixeira,(foto) o anterior presidente, João Aguiar, e o presidente da Assembleia Geral, Fernando Morais Gomes.


Foto:Paulo Parracho

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Paquito faz 65 anos



O pugilista João Miguel, mais conhecido por Paquito, um dos expoentes máximos do Pugilismo no Sporting Clube de Portugal, entre a década de 70 e 80 e no panorama nacional faz hoje 65 anos.
Nascido na Mouraria, começou a praticar boxe com 19 anos, por influência de um primo que treinava no Ginásio Clube do Sul em Cacilhas. Como o pai inicialmente não queria que ele praticasse boxe, adotou o nome de Paquito para poder combater nos primeiros tempos.
Treinado por Ricardo Ferraz, Paquito conquistou vários títulos ao serviço do Clube, dos quais se destacam os cinco Campeonatos Nacionais individuais consecutivos (1976 a 1980) na categoria de galos e a contribuição para várias vitórias no Campeonato Nacional por equipas, onde foram conquistados 13 títulos.


O ponto mais alto da sua carreira foi a participação nos Jogos Olímpicos de Moscovo, em 1980, sendo o único pugilista luso a marcar presença na competição olímpica. Defrontou o campeão do mundo em título, lutador da casa e que acabaria por vencer o torneio, perdendo por um ponto.
Em 2012 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Dedicação.
Paquito esteve na inauguração do Núcleo de Sintra em Julho de 2016. Parabéns, Paquito!
Parabéns, Paquito

Núcleo de Sintra-1 Ano!

Faz hoje um ano que foi fundado o Núcleo de Sintra do Sporting Clube de Portugal. Com primeira reunião de fundadores a 25 de Abril de 2016, foi a 27 de Julho que foi celebrada a escritura que deu existência legal ao nosso Núcleo
​, razão porque fundadores e actuais órgãos sociais se reunirão hoje num jantar no Núcleo, abrindo as festividades que se prolongarão até domingo, e que já pelas 11h de hoje se assinalarão com o içar da bandeira do Núcleo em mastro próprio frente à sede.




      Quando a Ideia começou a fazer caminho, no bar Saloon...
                                     A escritura a 27 de Julho de 2016

 
Foi na designada mesa K1 do bar Saloon, em Sintra, que um grupo de amigos começou a juntar-se para ver jogar o Sporting, e aí, semana após semana, as devoções tornaram-se amizades e um impulso fundador apossou-se dum punhado de sintrenses que não mais parou até que um espaço foi adquirido, se lançou mãos à obra, para em breve dar à luz do dia a nova casa do Leão em terras de palácios e também de muito verde.

José Alvalade teve o desejo de transformar o Sporting num "grande clube, tão grande como os maiores da Europa". No desejo de abrir caminho numa altura em que o desporto em Portugal, era ainda uma actividade pioneira num estágio de desenvolvimento de características elitistas, os primeiros sportinguistas conseguiram fundar há 110 anos aquele que se tornou no Sporting Clube de Portugal, hoje com mais de 3 milhões de adeptos. Internacionalmente, o Sporting venceu a Taça dos Vencedores de Taças 1963-64 e foi vice-campeão da Taça UEFA 2004-05 e campeão da Taça Ibérica em 2000.E não se ficará por aqui.

O lema do Sporting é Esforço, Dedicação, Devoção e Glória.

Esforço bem patente na singeleza e abnegação dos voluntários que em pouco mais de 2 meses denodadamente realizaram  a obra que no dia 29 de Julho do ano passado abriu à família sportinguista, com destaque na fase inicial
​ ​
para os contributos de Daniel Silva, Nuno Silva, João Aguiar,
​Fernando Morais Gomes, ​
Rui Feixeira, André
​ Fernandes​,
Patrícia
​ Fernandes, ​
João Ribeiro
​,​
Bárbara
​ Ferreira​
, Bernardo
​ Silva​,
José Nascimento, David Cabral 
​e​
João Luís Duarte
​, entre outros, ou mais recentemente Tiago Faria, Manuel Bello Moraes, João Batista, Tiago Marques, Pedro Ferreira, Luís da Rosa, João Antunes, Paulo Garcia, Paulo Parracho e Eduardo Casinhas.

Dedicação expressa em horas de trabalho, sofrimento e entrega por parte de uns “doidos da cabeça” que "não quiseram ficar em casa”, e assim deram horas da sua vida para honrar as cores e o legado de Travassos, Joaquim Agostinho, Damas, Yazalde, Moniz Pereira, Figo ou Carlos Lopes, ícones do Sporting e de Portugal.

Devoção nos cânticos, na fé, na crença e na paixão inexplicável que um estranho sentimento de pertença a todos convoca, despertando amizades improváveis e solidariedades sem contrapartida num imenso altar de verde e branco.

Glória por um passado honroso, um presente com planeamento e um futuro promissor, com condições financeiras, de infraestruras e talentos que garantem um Sporting moderno, pujante, vencedor e sempre na luta.

Curiosamente, também o Sporting Clube de Portugal tem origens em Sintra, mais propriamente em Belas, e no Belas Football Clube, criado em 1902 por iniciativa dos irmãos Francisco e José Maria Gavazzo. Dois anos depois, tendo o Belas Football Clube realizado um único jogo de futebol contra o Sport Lisboa, alguns dos seus sócios fundadores criaram o Campo Grande Football Clube, até que, em 13 de Abril de 1906, durante uma Assembleia Geral, José Alvalade manifestou a intenção de formar um novo clube recorrendo à ajuda financeira de seu avô, o Visconde de Alvalade, Alfredo Augusto das Neves Holtreman, que tutelou a criação do novo emblema e disponibilizou terrenos para o campo de jogos na sua própria quinta, e mais tarde no seu primeiro campo, no Sítio das Mouras, em 1907.

Com a fundação do novo Núcleo de Sintra, um dinâmico grupo de adeptos quis levar mais longe e mais alto o espírito e garra do nosso clube, para em conjunto gritar as vitórias, de braço dar ânimo nas derrotas, do sofrimento fazendo força e da unidade fazendo um trunfo, uma arma e um desígnio.

Em baixo, imagens das obras já em fase de acabamentos




Domingo, na Portela de Sintra, lá estaremos a comemorar!

quarta-feira, 26 de julho de 2017

As nossas notícias no seu Whatsapp


Caros Amigos sportinguistas, sócios do Núcleo de Sintra ou não. Se quiserem receber regularmente notícias sobre a actividade do Núcleo e a vida do Sporting, indiquem-nos os vossos dados  e se têm conta Whatsapp para os podermos incluir num grupo de amigos Whatsapp. Mais informação, mais proximidade, mais garra, eis o Sporting!

0s 41 anos da medalha de Carlos Lopes em Montreal


 


A prata de Carlos Lopes nos Jogos de Montreal, a 26 de Julho de 1976 fez despertar uma crença nova entre os portugueses: a de que, afinal, também podíamos ganhar. Cenário: o Estádio Olímpico de Montreal. A prova era a final dos 10 mil metros. Escreveu David Wallechinsky no seu "The Complete Book of Olympics":"A final foi uma corrida relativamente simples. Carlos Lopes tomou a dianteira após os primeiros 3200 metros e de forma natural livrou-se da restante concorrência, exceto de Lasse Viren, que o ultrapassou a 450 metros da meta e ganhou facilmente com 30 metros de avanço". Mas a verdade, também, é que esta corrida foi muito mais do que Carlos Lopes a puxar e Lasse Viren a ganhar. Esta foi a corrida em que, pela primeira vez, o atletismo português ganhou uma medalha olímpica.
Até aos Jogos de Montreal, Portugal tinha ganho apenas sete medalhas em Jogos Olímpicos: três em provas por equipas no hipismo, uma também por equipas na esgrima e outras três em duplas na vela. Cinco bronzes e duas pratas. Mas desde a prata dos irmãos Quina, na vela, nos Jogos de Roma, em 1960, que os portugueses não sabiam o que era ganhar uma medalha. Em Montreal, o feitiço foi quebrado, logo na primeira semana, quando Armando Marques ganhou a prata no tiro com armas de caça - a primeira medalha ganha por um português numa prova individual. Uma semana depois, Carlos Lopes, sagrado nesse ano campeão do mundo de corta-mato, partiu para a final dos 10 000 metros, como principal oponente do campeão olímpico de Munique 1972, o finlandês Lasse Viren, usava métodos proibidos, como as transfusões de sangue, que na época não se detetavam, e que hoje são completamente ilegais.
Aquela medalha abriu mentalidades e provou que os portugueses tinham condições para lutar de igual para igual com os outros e que também podiam ganhar medalhas. E Moniz Pereira foi o primeiro a recusar o sentimento de inferioridade que parecia existir no País, nesses tempos. Desde essa medalha fundadora de 1976, o atletismo português ganhou mais nove em Jogos Olímpicos, incluindo as únicas quatro de ouro do desporto português: Carlos Lopes (1984), Rosa Mota (1988), Fernanda Ribeiro (1996) e Nélson Évora (2008). No balanço final incluem-se ainda mais uma de prata de Francis Obikwelu (2004) e outras quatro de bronze: António Leitão (1984), Rosa Mota (1984), Fernanda Ribeiro (2000) e Rui Silva (2004).

Aniversário do Sporting Clube Assumarense



O Sporting Clube Assumarense foi fundado em 26 de Julho de 1926, tendo como objectivo principal a promoção e dinamização da prática desportiva. É a Filial nº 77 do Sporting Clube de Portugal. Situa-se no Concelho de Monforte, Distrito de Portalegre.

 

O Assumarense já teve secções de futebol, atletismo e BTT. Em 2010 contava com cerca de trezentos e sessenta sócios. Para além de organizar actividades de cicloturismo, o Sporting Clube Assumarense empreendeu em 2010  uma revitalização do desporto, particularmente o atletismo, modalidade que noutros tempos chegou a atingir alguma projecção no contesto regional. No entanto, em 2011 mantinha apenas o cicloturismo.

POSTS MAIS LIDOS