domingo, 28 de maio de 2017

O Sporting em S. Tomé e Príncipe


O Núcleo do Sporting de S. Tomé e Príncipe faz hoje 23 anos, tendo sido fundado em 28 de Maio de 1994, e sendo o Núcleo nº 117.
S. Tomé é uma terra que gosta do Sporting, tendo Bruno Carvalho ali feito uma visita em 2015, e alguns dos seus principais clubes sempre tiveram grande relação e empatia com o Sporting: O Sporting Clube de S. Tomé, que aliás tem as mesmas cores do Sporting, fundado em 1912, e filiado no SCP em 1939, com o nº 82,que começou instruído por ingleses do Cabo Submarino; o Sporting Clube do Príncipe, fundado em 1915 e filial nº 183 do SCP; e o Sporting Clube Praia Cruz, fundado em 1922, e vencedor do campeonato são-tomense em 2015 e 2016. O primeiro deles teve grande importância na vida cultural da ilha e foi mesmo objecto de perseguições nos anos 50, por parte do governador colonial da época, Carlos Gorgulho.
Ao nível das selecções, S. Tomé tem sido uma das mais fracas em África, e após ficar inativa entre 2003 e 2011, ficou quase excluída do ranking da FIFA. Em 2011, a equipa nacional regressou e venceu a selecção do Lesotho numa partida das eliminatórias da Taça das Nações Africanas de 2013, antes de ser eliminada pela selecção da Serra Leoa.
O Campeonato Santomense de Futebol é a principal competição do país, sendo o Sporting Praia Cruz e o Vitória Futebol Clube do Riboque  os clubes mais bem-sucedidos. Contudo, não é uma liga no sentido convencional, sendo decidida por uma partida eliminatória entre os vencedores da Liga Insular de São Tomé e da Liga Insular do Príncipe.

Parabéns aos sportinguistas da linha do Equador!


Sem comentários:

Enviar um comentário

POSTS MAIS LIDOS