sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Champions: Sporting defronta Steaua de Bucareste


O Sporting vai enfrentar o Steaua Bucareste da Roménia no play-off de acesso à Liga dos Campeões. O adversário dos 'leões' no último obstáculo antes da fase de grupos da Liga dos Campeões foi conehcido esta sexta-feira no sorteio da UEFA feito em Nyon, na Suíça
 
Recorde-se de que o clube leonino foi cabeça de série depois de um conjunto de resultado muito improvável, mas que, teoricamente, ajudou a formação orientada por Jorge Jesus. Sendo cabeça de série, o Sporting evitou clubes mais imponentes como Liverpool, Nápoles e Sevilha.
 
A primeira mão da eliminatória vai ser disputada no Estádio de Alvalade seguido de uma viagem à Roménia para fechar o conjunto das duas mãos e saber quem segue para a próxima fase da competição. Os "leões" recebem os romenos a 15 ou 16 de agosto, fechando a eliminatória fora de casa a 22 ou 23.
 
A entrada na fase de grupos é sinónimo de capital a entrar nos cofres de Alvalade visto que o Sporting assegura o prémio de presença por se ter qualificado para a próxima fase bem como todas as receitas que advenham da participação leonina na competição. As receitas podem ser tanto de bilheteira como de prémios de vitória nos seis jogos que são garantidos na fase de grupos e de direitos televisivos.
SOBRE O STEAUA DE BUCARESTE
O FC Steaua București (FC A Estrela de Bucareste ou FC Steaua de Bucareste) é um clube da Roménia sediado em Bucareste, fundado em 7 de junho de 1947. O seu maior título é a UEFA Champions League, antiga Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1985–86. O clube é de uma forma geral o maior vencedor do futebol romeno, já que além de ser o único a chegar a finais da Liga dos Campeões, é também o maior campeão romeno e da Taça da Roménia.

Em 1948 mudou o nome para CSCA. No ano seguinte, conquistou o primeiro título, a Taça da Roménia, derrotando na final o CSU Cluj por 2 a 1. Após mudar o nome para CCA em 1950, ganhou os primeiros títulos nos anos de 1951, 1952 e 1953, conseguindo além disso a Taça nas temporadas de 1951 e 1952. Durante este período o CCA recebeu o apelido de "Echipă de aur" (Equipe de ouro).

Sob a condução técnica dos treinadores Emerich Jenei e Anghel Iordănescu, o Steaua realizou uma inesperada temporada 1984-85 ao consagrar-se campeão da liga após seis anos. Na temporada seguinte, o clube tornou-se a primeira equipe romena a chegar à final da UEFA Champions League, na qual enfrentou o Barcelona e, após empatar sem golos durante 120 minutos, o Steaua venceu por 2 a 0 nas cobranças da marca de grande penalidade, tendo-se destacado Helmuth Ducadam, que conseguiu defender quatro penalidades. Deste modo, o Steaua foi o primeiro clube do Leste europeu a conquistar o principal título continental. Além disso, em 1987 o Steaua ganhou a Supertaça Europeia, vencendo o Dinamo de Kiev.

Durante o resto da década de 1980, o Steaua continuou realizando boas campanhas de âmbito internacional, alcançando as semifinais da Liga dos Campeões da UEFA, na temporada 1987-88 e a final em 1989, que perdeu para o AC Milan por 4 a 0. No entanto, a equipa conquistou outros quatro campeonatos nacionais (1985–86, 1986–87, 1987–88, 1988–89) e quatro taças (1984–85, 1986–87, 1987–88, 1988–89).De Junho de 1986 a setembro de 1989 permaneceu invicto por 104 jogos consecutivos no campeonato romeno, estabelecendo deste modo um recorde mundial que só foi superado em 1994 pelo ASEC Abidjan da Costa do Marfim, apesar de ainda ser a maior invencibilidade de algum clube europeu.

Com a abertura económica da Revolução Romena de 1989, vários jogadores que haviam brilhado no Steaua durante os anos 1980 migraram em direção a outros clubes do ocidente. Todavia, o clube recuperou rapidamente e ganhou seis campeonatos de forma consecutiva entre as temporadas 1992-93 e 1997-98, igualando deste modo o que fez o Chinezul Timişoara na década de 1920, além de outras três Taças da Roménia nas temporadas 1995-96, 1996-97 e 1998-99.

A nível internacional, alcançou a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA em três ocasiões entre 1994-95 e 1996-97, sendo, na época, o único clube romeno a participar desta competição.

Em 1998, o clube desligou-se completamente do CSA Steaua, mudando o nome para FC Steaua Bucareste e passando a ser administrado pelo empresário Viorel Păunescu.

Foi 3º do campeonato romeno na época 2016-2017.

Sem comentários:

Enviar um comentário

POSTS MAIS LIDOS